Bolsa Família - MPF recomenda publicidade de relação de beneficiários em municípios do Oeste

Visando dá mais transparência ao programa no Oeste da Bahia, no ultimo dia 1º de março a procuradoria da república em Barreiras, recomendou aos municípios de Cristópolis, Wanderley, Cotegipe, Baianópolis, Canápolis, Cocos, Cariranha, Correntina, Feira da Mata, Ibotirama, Coribe, Jaborandi, Santa Maria da Vitória, São Félix do Coribe, Serra do Ramalho, Serra Dourada, Sítio do Mato, Tabocas do Brejo Velho, Angical,  Barreiras, Brejolândia, Barreiras, Catolândia, Luiz Eduardo Magalhaes, Muquem do São Francisco, Mansidão, Riachão das Neves, Formosa do Rio Preto, Santa Rita de Cássia, e São Desidério que deem publicidades à lista de beneficiários do Programa Bolsa Família, afixando as mesmas em locais públicos e de fácil acesso, permitindo assim o controle social.

A Bahia é o estado que registrou o maior valor em repasses irregulares para beneficiários do Bolsa Família. Segundo a Agência Brasil, dados do Ministério Público Federal (MPF) de 2013 e 2014 apontam que R$ 642.832.641 foram destinados a pessoas que não têm direito, como servidores públicos, doadores de campanha, empresários e até mesmo beneficiários que já morreram. Nesse período R$ 6,8 bilhões do programa federal foram destinados para a Bahia. Em todo país, o MPF estima que cerca de R$ 2,5 bilhões do Bolsa Família estão sob suspeita de fraude, envolvendo 1,4 milhão de beneficiários.

Enviar comentário

voltar para NOTíCIAS

left show fwB tsN center|tsN fwB fsN center|show fwB fsN normalcase tsN center|bnull||image-wrap|news login uppercase c05 b01 bsd|fsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase b01 bsd|news login fwR uppercase b01 c05 bsd|tsN fwR uppercase b01 c05 bsd|fwR c05 uppercase|content-inner||